Siga-nos nas nossas redes

Teatro e Dança

Seminário de dramaturgia aborda ‘Teatro do Absurdo’ no Ateliê 23

De forma gratuita para o público, o evento acontece nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (18/12), a partir das 16h, o Ateliê 23 (Rua Tapajós, 166, Centro) vai receber o seminário de dramaturgia ‘Teatro do Absurdo e suas derivações na contemporaneidade’, com a atriz Laury Gitana. O seminário, que tem carga horária de 1h, vai ser direcionado a pessoas a partir de 16 anos, com ou sem experiência em teatro.

A apresentação gratuita faz parte do projeto ‘Escritas Absurdas’, contemplado no Edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), por meio da Lei nº 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc.

Segundo Laury Gitana, a iniciativa já promoveu diversas ações durante o mês de dezembro, entre elas, uma série de leituras dramatizadas dos primeiros espetáculos apresentados pelo Ateliê 23, além de uma oficina de dramaturgia com o ator Jean Palladino, em formato on-line.

“Desta vez vamos falar sobre as bases do teatro do absurdo e suas principais características com a proposta de mostrar a atemporalidade que ele tem enquanto estilo e conteúdo”, destaca a artista. “É interessante perceber que o absurdo presente nos textos é apenas um reflexo da sociedade e um aviso sobre nosso esvaziamento enquanto seres humanos”.

Foto: Divulgação

Além disso, o seminário propõe uma comparação entre a obra de Aristóteles e obras de Samuel Beckett, de Fernando Arrabal e de Eugene Ionesco – principais influências da escrita absurda – para observar tendências e processos de criações dentro dessas dramaturgias.

Sobre Laury Gitana – A artista atua nos setores das artes cênicas em Manaus desde 2011.É Bacharel em Teatro e Especialista em Estudos Clássicos, ambos pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). É integrante da Companhia de Artes Cênicas Ateliê 23 desde 2014, onde trabalha como atriz, figurinista e cenógrafa. Atualmente pesquisa produção no teatro de formas animadas e dramaturgia no teatro do absurdo.

Seguindo as normas de prevenção à Covid-19 e evitar a aglomeração de pessoas, o evento vai contar com a participação de, no máximo, 15 pessoas, com preferência por ordem de chegada.
Outras medidas como o uso obrigatório de máscaras e pontos estratégicos com álcool em gel também vão ser aplicadas.

Mais informações (92) 98172-9842 e (92) 99130-9791.

Continue Lendo
Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =