Siga-nos nas nossas redes

Músicas

‘Ritmos Amazônicos’ dá ênfase aos gêneros musicais do Norte

Oficina ‘Ritmos Amazônicos’ abordará ritmos do Norte do Brasil como: Marabaixo, Batuque do Curiaú, Gambá, Carimbó, Marambiré e Toada

Para divulgar e difundir a cultura e ritmos da Amazônia, foi realizada ontem (29), às 16h, a oficina ‘Ritmos amazônicos’, que abordou gêneros musicais como o Gambá, Marabaixo, Batuque do Curiaú, Carimbó e Marambiré. A oficina será ministrada pelo músico percussionista Tércio Macambira e terá a participação dos bateristas Yuri Lima e China Alter do Chão.

Segundo o percussionista Tércio Macambira, a oficina terá como conteúdo a explicação e demonstração dos ritmos com instrumentos genuínos de percussão e com as adaptações para a bateria. “Além das demonstrações com os instrumentos, também será abordado a origem histórica e cultural de cada ritmo abordado para contextualizar cada ritmo”, explica o músico, que também é professor no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro.

Para Macambira, é necessário uma maior divulgação da diversidade dos ritmos da Amazônia para que esta cena cultural tenha continuidade. “Mesmo diante dessa riqueza, as produções musicais locais exploram pouco esses ritmos do Norte, o que causa não apenas desconhecimento dessa cultura, mas pode ocasionar o esquecimento”, comenta.

A oficina ‘Ritmos amazônicos’ tem o apoio da prefeitura de Manaus e do Governo Federal, por meio do Prêmio Conexões Culturais 2020 – Lei Aldir Blanc.

Foto: Divulgação

Músicos

Tércio Macambira, responsável pela Oficina, é músico, percussionista, professor no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro e pesquisador na Universidade Estadual do Amazonas (UEA).

Yuri Lima, um dos convidados, é músico baterista, e tua como percussionista da Amazonas Filarmônica. É professor dos cursos de bateria e percussão do Liceu de Artes e Ofícios ‘Cláudio Santoro’.

O Outro convidado é Ronalto Alves de Jesus, conhecido como China que é autodidata e toca profissionalmente desde os 19 anos. Participou de vários festivais de música, e seu primeiro trabalho gravado foi em 1985, quando participou da coletânea ‘Nossa Música’, como integrante da banda Transcendental.

Mais informações [email protected]

Continue Lendo
Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 5 =